Minicursos

On-line
Inscrições Abertas até 20/05

Via GoogleMeet

1, 2 e 3 de junho,
das 11h às 12h30

Por razões de saúde, esta oficina foi adiada até a recuperação da professora

ATENÇÃO!!!

Édipo e Montezuma: aleturgia, veridicção e testemunho

em tempos de crise (6h/aula em 3 dias)

Profª Drª Fabiana Jardim - Feusp

 

O curso, que se desenvolverá ao longo de três aulas, procura colocar em relação duas narrativas de queda de figuras de poder: a de Édipo, rei de Tebas, e a de Montezuma, rei dos Astecas. A despeito de se tratar de figuras distintas, a primeira mitológica e a segunda, histórica, propomos que ambas são importantes para a compreensão de “inconscientes políticos” do funcionamento do poder no mundo euroatlântico: no primeiro caso, evidenciando os nexos indissociáveis entre saber e poder (cf. a sugestão de Michel Foucault) e, no segundo, revelando como uma série de imagens será projetada sobre os colonizados, ocultando a violência da conquista. Desse modo, ao colocar ambas as personagens em relação, nosso intuito é destacar como as narrativas em torno delas conecta aleturgia (modos de manifestação da verdade), veridicção (os mecanismos de produção e enunciação do verdadeiro) e testemunho – no primeiro caso, a partir de uma perspectiva centrada na visão e enunciada em cena semelhante à jurídica; no segundo, a partir de uma perspectiva centrada na palavra (ou sua impossibilidade), enunciada em cena muito mais próxima do que hoje reconhecemos como práticas de rememoração ligadas ao trauma e à catástrofe. Finalmente, chamamos a atenção para os modos pelos quais tais temas se apresentam contemporaneamente na potência ou impotência de governantes frente a duas crises semelhantes às enfrentadas por Édipo e Montezuma (e que os levaram à queda): uma epidemia e o “fim do mundo”.

6, 7 e 8 de junho,
das 10h às 12h

Prolegômenos ao Grego Antigo (4h/aula em 2 dias)

Edson da Silva Afonso e Bruno Drumond Mello Silva - Paideuma-Feusp

O curso pretende oferecer aos ingressantes do curso de Pedagogia da Feusp, bem como aos demais interessados, uma introdução geral ao estudo do Grego Antigo. Através de aulas expositivas ao vivo (via GoogleMeet) e da realização de exercícios, espera-se que o estudante se familiarize com o alfabeto grego e o sistema de transliteração, conheça e compreenda as declinações e funções dos casos, e adquira vocabulário elementar relacionado às áreas da filosofia e da educação.

9 e 10 de junho,
das 10h às 12h